Rua Luís Vaz de Camões, 595 - Mairiporã-SP 11 4419-8400

Item adicionado ao orçamento


Barreiras de Segurança Intrínseca

Gostou? compartilhe!

Barreiras de Segurança Intrínseca

Saiba mais

Em sua indústria, você pode ter ouvido falar de barreiras de segurança intrínseca, comumente conhecidas como barreiras I.S., mas o que elas são, exatamente?

As Barreiras I.S. são dispositivos de proteção para equipamentos elétricos, como detectores de gás, detectores de incêndio, alarmes, etc., montados em uma área perigosa. Elas protegem o equipamento de picos de corrente, que de certa forma podem acarretar o risco de transformá-lo em uma fonte de ignição; desastroso quando o detector estiver em uma área onde pode haver gases explosivos.

Como elas funcionam?

As Barreiras I.S. funcionam limitando a energia disponível para o dispositivo I.S.. Nos equipamentos Crowcon, usamos dois tipos de barreiras I.S.:

• Barreiras Zener 
• Isoladores galvânicos

As barreiras Zener, contêm diodos zener que desviam qualquer excesso de energia para terra, então, você precisa ter certeza de que existe um ponto de terra intrinsecamente seguro.

Quando você não tem um ponto de terra, você pode usar um isolador galvânico, que fornece isolamento elétrico entre a área perigosa e os circuitos da área segura através de um transformador.

Quando você precisa usá-las?

Basicamente, quando você está usando dispositivos certificados que usam o método de proteção I.S..

Se seu dispositivo usar esse método, você verá em seus certificados, ATEX e IECEx, 'ia' ou 'ib' em sua classificação de certificação.

Por exemplo: Ex ia IIC T4 Ga (a classificação para o nosso detector fixo Xgard Tipo 1).

Alguns produtos podem usar mais de um método de proteção.

Um exemplo comum é I.S. e proteção à prova de chamas. Nestes casos, é improvável que o produto exija o uso de uma barreira I.S. externa. No entanto, recomendamos que você consulte o manual do seu produto para orientação.

Como você as usa?

As Barreiras I.S. devem estar localizadas entre os dispositivos na área de perigo e o equipamento de controle (instalado em uma área segura). Ou seja, a barreira precisa estar dentro da área segura.

O certificado ATEX para o dispositivo I.S. estipulará parâmetros aceitáveis para a barreira I.S..

Quando elas devem ser evitadas?

Os detectores que não utilizam o método de proteção de "segurança intrínseca" não devem ser usados com uma barreira I.S..

Por exemplo: o Xgard tipo 5 usa o método de proteção à prova de chamas (Exd), por isso, não precisa da barreira I.S.. No entanto, nem todas as versões do Xgard têm proteção anti-inflamável, e nesses casos, é preciso a barreira I.S.. Tudo se resume ao produto que você está usando.

Quando seu detector e equipamento de controle estão ambos instalados na área segura, você não precisa das barreiras I.S..

Uma coisa que você deve lembrar: usando a barreira I.S. com um detector que não usa o método intrínseco de segurança de proteção, não torna o detector intrinsecamente seguro.



Gostou? compartilhe!

Whatsapp General Instruments Whatsapp General Instruments